Registro de Óbito

1ª Via do Registro de Óbito

Onde fazer o registro de óbito?

Deverá ser feito no RCPN que atende à região onde a pessoa faleceu ou onde residia, não importando se o óbito ocorreu em Casa ou no Hospital. O registro deve ser feito o mais rápido possível, antes do sepultamento.

Quais os documentos necessários?

O principal documento é a DECLARAÇÃO DE ÓBITO, que é o atestado de óbito assinado por um médico. Além disso, é importante que a pessoa que for fazer o registro do óbito leve o seu documento de identidade (original) e também todos os documentos (originais) do falecido (a) que puder conseguir, tais como:

 

🗒️ Carteira de identidade

🗒️ CPF

🗒️ Certidão de nascimento ou casamento

🗒️ Cartão de benefício do INSS

🗒️ Título de eleitor etc.

O que deve ser informado para o registro do óbito?

Além das informações constantes do Atestado de Óbito, o declarante que comparecer ao Serviço do RCPN, deverá saber o estado civil do(a) falecido(a), se era casado(a) ou viúvo(a), ou em regime de união estável, o nome da esposa, ou do marido, ou companheiro(a), e, conforme o caso, os nomes dos filhos, se são maiores ou menores, se deixou bens, se era eleitor e onde será feito o sepultamento.

Se a pessoa morreu em casa, quais providências devem ser tomadas?

O médico que assistia o (a) falecido (a) em casa deverá fornecer o Atestado de Óbito, que será levado ao Serviço do RCPN juntamente com os outros documentos que falamos acima.

Em se tratando de morte violenta, deve ser comunicada a Autoridade Policial e ao Corpo de Bombeiros para que sejam efetivadas as providências cabíveis e o posterior Registro do óbito.

E se a pessoa faleceu em horário que o RCPN não funcione e existe urgência no sepultamento?

Nesse caso, o declarante poderá procurar o Plantão Judiciário no Fórum mais próximo do local do óbito para obter a AUTORIZAÇÃO JUDICIAL do sepultamento, levando o atestado de óbito e os documentos do falecido.

Qual documento devo apresentar para o sepultamento?

Você deverá apresentar a Guia de Sepultamento, que será fornecida pelo RCPN juntamente com a Certidão de Óbito. Esses dois documentos são fornecidos gratuitamente desde 1997, por força de Lei Federal.

Atenção:
  • No caso de cremação, é necessário que a DO (Declaração de Óbito), tenha a assinatura de dois médicos ou de um médico legista;

  • Passados 15 dias do falecimento, o interessado deverá dar entrada no Processo de Registro Tardio de Óbito, a fim de obter a autorização para o registro.

cartilha-2019-1.png